Instalação Hidráulicas em Porto Alegre

Instalação Hidráulicas em Porto Alegre

Instalação hidráulicas em Porto Alegre é o sistema de abastecimento, distribuição e escoamento de água. Ela é composta pelos projetos arquitetônico e hidráulico, caixa d’água, redes de distribuição de água fria e quente, coleta de esgoto e águas pluviais. Uma instalação hidráulica é um trabalho complexo, que exige o conhecimento de especialistas para garantir os materiais certos e a instalação correta.

Devido a esse grau de dificuldade, é muito comum que surjam dúvidas durante a criação do projeto arquitetônico ou até mesmo no decorrer da obra. Para evitar esse problema e fazer uma instalação hidráulica sem dor de cabeça, no post de hoje vamos explicar quais são as principais instalações hidráulicas e o que não fazer no projeto. Acompanhe!

 

Instalação hidráulica: Projeto hidráulico

 

Um projeto arquitetônico deve definir onde ficarão e como serão usados os pontos de água. Na planta baixa é especificado onde serão instalados os registros, chuveiros, pias, duchas, ralos, grelhas, tanque, máquina de lavar, entre outros elementos hidráulicos. Já no projeto complementar, que é feito por um especialista, é definida a parte técnica da instalação hidráulica. Nele fica determinado onde vão passar as tubulações, posição e suporte da caixa d’água, características, tipos de tubos e conexões, entre outras partes do sistema hidráulico.

 

O que é instalação hidráulicas?

 

Uma instalação hidráulicas é o sistema de abastecimento, distribuição e escoamento de água. Ela é composta pelos projetos arquitetônico e hidráulico, caixa d’água, redes de distribuição de água fria e quente, coleta de esgoto e águas pluviais.

 

Instalação hidráulicas de água fria

 

As instalações hidráulicas de água fria são aquelas que tem como objetivo abastecer os pontos de uso de água em uma edificação. Ela são compostas por um conjunto de tubulações (rede de distribuição), dispositivos, equipamentos e reservatórios.

 

Instalação hidráulicas de água quente

 

A rede de água quente é responsável por aquecer e distribuir a água aquecida para chuveiros e pias. Em casa, os aquecedores mais comuns são os elétricos e a gás. Nos últimos anos, os aquecedores alimentados com placa solar também têm ganhado a preferências dos clientes, devido a economia de energia.

 

Instalação hidráulicas de rede de águas pluviais

 

A rede de águas pluviais é a parte da instalação hidráulicas responsável pelo escoamento das águas das chuvas. Esse sistema hidráulico é feito por meio de calhas, bocais de escoamento, tubos de coleta de água em grelhas ou escoamento na sarjeta em frente ao lote.

 

O que deve ter um projeto de hidráulicas?

 

O que não pode faltar em um bom projeto hidráulico. Nele devem constar os detalhes de todos os subsistemas que compõem a parte hidráulicas do imóvel, como as tubulações de água fria, água quente, esgoto, água pluvial e reuso de água.

 

Como fazer a instalação hidráulicas de uma residência?

 

A primeira parte a se pensar na instalação hidráulicas residencial é a caixa d’água. Ela deve ficar no ponto mais alto da residência pra que possa levar água para todos os cômodos sem problemas. Se não for possível, é necessário que instale a caixa a pelo menos 1,20 m acima do chuveiro.

 

Como fazer instalação hidráulicas de água quente e fria?

 

Por via de regra, os registros de água quente sempre ficam na esquerda em relação aos de água fria. No projeto de instalação da tubulação de água quente, a torneira destinada a ela deve ficar sempre nessa posição.

 

Instalação hidráulicas: o que não fazer no projeto arquitetônico?

 

Mais importante do que saber o que incluir no projeto arquitetônico, é saber o que não incluir. Uma situação que pode acontecer é o arquiteto errar no projeto arquitetônico e impossibilitar a instalação hidráulicas segura.

 

O que evitar no projeto para não atrapalhar a instalação hidráulicas?

 

O primeiro erro que deve ser evitado na instalação hidráulicas é incluir montagem de móveis na frente da tubulação da parede. Ao usar uma furadeira, por exemplo, existe o risco de furar a tubulação e causar vazamentos.

 

Como funciona o sistema de instalação hidráulicas de água quente e fria?

 

O sistema predial de água quente é constituído por alguns componentes importantes. A tubulação de água fria deverá alimentar o sistema de água quente. As fontes de aquecimento da água podem ser aquecedores de passagem ou de acumulação (elétricos ou a gás). Ou aquecedor solar.

 

Como funciona a instalação hidráulicas em um misturador de água quente e fria?

 

Ao girar a alavanca para esquerda se abre água quente. Ao fazer o movimento no sentido contrário se abre água fria.

Instalação hidráulicas de reservatório elevado e/ou cisterna

 

A principal falha nesta etapa do projeto é a previsão de apenas uma câmara para reservatórios e cisternas, sem septo separador. Isso provoca sérios problemas na edificação, como a dificuldade de manutenção, caso ocorra vazamento, ou quando são necessários reparos nas boias ou limpeza.

 

Instalação hidráulicas de ramais de distribuição de água fria e quente

 

Uma das principais falhas nas instalações hidráulicas é a execução dos ramais de distribuição com sifão formando um “U” invertido. Isso causa um fluxo desfavorável, que forma vácuo e bolhas de ar, fazendo com que a água saia com fluxo descontínuo nos pontos terminais de torneiras e chuveiros . Às vezes, essa falha pode provocar a queima da resistência do chuveiro por falta de escoamento de água durante alguns instantes.

 

Instalação hidráulicas de tubulações plásticas expostas ao tempo

 

Os tubos de PVC, usados comumente em instalações hidráulicas, sofrem desordens químicas ao longo do tempo, pela exposição ao sol e às diferentes temperaturas ao longo do dia. A superfície externa desses materiais apresenta descoloração e ressecamento, provocando perda de resistência e colapso de seu material, pois os tubos seguem sendo exigidos sem dispor da resistência original.

 

Instalação hidráulicas de válvulas de descarga

 

Muitas vezes o projetista especifica erroneamente em seu projeto o diâmetro da válvula, desconsiderando as pressões e levando em consideração somente o critério dos pesos, o que acaba gerando um problema pontual nestas válvulas. A recomendação é: nas edificações elevadas, válvulas com DN 1 ¼” em pavimentos mais baixos, onde a pressão de serviço é mais elevada. Nos pavimentos mais elevados, aconselha-se o uso de válvulas de descarga com DN de 1 ½”.

 

Instalação hidráulicas de cisterna enterrada ou semienterrada

 

Quando o projetista hidrossanitário recebe o projeto arquitetônico, em geral, ele já vem engessado quanto à solução de cisterna enterrada ou semienterrada. A única solução é conformar a distribuição das tubulações. O risco disso é que a cisterna pode impedir o esgotamento totalmente por gravidade.

 

Instalação hidráulicas de ramais de distribuição de água quente em contra piso das lajes

 

Deve-se evitar ao máximo a passagem de qualquer tubulação de água quente pelos enchimentos de contra piso das lajes. As redes de água quente estão sujeitas à dilatação térmica de seus materiais. Se estão completamente confinadas em elementos estruturais, sem espaço para esta dilatação e retração, os pisos podem rachar e as juntas acabam sofrendo avarias, causando infiltrações.


Instalação Hidráulicas Porto Alegre

A Instalação Hidráulicas Porto Alegre é uma das etapas mais importantes da construção e também onde podem ocorrer os maiores erros se não houver o planejamento correto. Além da mão de obra e do tempo gasto no conserto, muitas vezes é necessário quebrar parte da estrutura do projeto para colocar tudo no lugar certo. Para evitar que isso aconteça, separamos algumas dicas importantes para fazer uma instalação hidráulica segura e correta.

Para começar, é fundamental que o serviço de Instalação Hidráulicas Porto Alegre é realizado por um profissional qualificado e experiente. É ele quem vai organizar a instalação, indicar a medida correta dos tubos e conexões e fazer a instalação dos sistemas, que podem ser de água fria, água quente ou esgoto sanitário, além de sistema de água pluvial e de combate a incêndio, dependendo do projeto.

Tenha em mente que o projeto deve ser completo, envolvendo registros, chuveiros, vasos sanitários, pias, torneiras, saídas para área de serviço como uso de máquina de lavar, entre outros pontos hidráulicos. Na hora de definir a posição das tubulações, acesso à caixa d’água e peças de utilização, é importante ter em mente que o uso inadequado de materiais pode causar vazamentos, superaquecimento e outros problemas. Os tubos e conexões de PVC, por exemplo, são ideais para instalação hidráulica de água fria, e não são recomendados para escoamento de água quente, neste caso, é necessário usar tubos e conexões apropriados para esta finalidade, como por exemplo os de PPR.

CONTEÚDO DA POSTAGEM mostrar